Faculdade São Leopoldo Mandic recebe o médico Renato Lopes, da Duke University Medical Center

Faculdade São Leopoldo Mandic recebe o médico Renato Lopes, da Duke University Medical Center

A Faculdade São Leopoldo Mandic, em Campinas, recebeu nesta segunda-feira, 7 de outubro, o médico Renato Lopes, professor de Medicina da Divisão de Cardiologia da Duke University Medical Center, para falar sobre “Bom senso em Medicina: isto é suficiente? ”para alunos e professores da Instituição.

A palestra teve como enfoque a importância de gerar evidências de alta qualidade, e por consequência, a importância da pesquisa científica na profissão médica. Segundo o professor, as pesquisas randomizadas são as que trazem os resultados mais eficientes. Isso porque, por meio de um único estudo, é capaz de se identificar diversos marcadores associados ao uso de um único medicamento, diminuindo assim a chance de óbito do paciente.

Dr. Renato Lopes enfatizou a necessidade de treinar novos líderes da ciência aptos a testar novos modelos de pesquisas científicas. E como forma de incentivo aos professores e alunos da SLMANDIC, o professor apresentou algumas das experiências realizadas na Duke University Medical Center, que fizeram do instituto um centro de referência em pesquisa na área médica, com 1.100 publicações cientificas por ano em revistas de alto impacto.

Sobre pesquisas randomizadas

A pesquisa randomizada se diferencia dos outros modelos de pesquisa por levar em consideração uma população maior e com mais características diferentes entre si. Essas diferenças influenciam na qualidade dos resultados. A randomização contribui para que as características da amostra sejam homogêneas quanto ao sexo, idade e outros fatores prognósticos.

Sem Comentários

Deixe um comentário

X