ECOMANDIC mobiliza os colaboradores da Faculdade São Leopoldo Mandic em palestras sobre saúde e humanização

ECOMANDIC mobiliza os colaboradores da Faculdade São Leopoldo Mandic em palestras sobre saúde e humanização

A Faculdade São Leopoldo Mandic realiza, desde 2012, o ECOMANDIC para conscientizar os colaboradores sobre boas práticas de preservação ambiental, sustentabilidade, hábitos e convívio saudáveis. Neste ano, o evento aconteceu no dia 14 de novembro com palestras sobre saúde e humanização, além de brincadeiras e entretenimento para todos os funcionários da Faculdade, em Campinas (SP).

A palestra “Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs)” foi ministrada pela Dr.a Ana Helena Martins, médica do trabalho em empresas e emergencista do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti. Ela explicou o que são as ISTs, o que elas podem causar no organismo das pessoas infectadas, quais são os seus principais sintomas e formas de contágio e prevenção. Sífilis, cancro mole, gonorreia, condiloma acuminado (HPV), herpes simples genital, linfogranuloma venéreo, donovanose e as hepatites B e C foram as doenças abordadas durante a palestra.

A Dr.a Ana enfatizou que o índice de mortalidade em decorrência das hepatites B e C é muito alto no Brasil. “Aproximadamente uma a cada 12 pessoas está contaminada com o vírus da hepatite A, B ou C. É preciso investir em prevenção e vacinação, no caso da hepatite A e B. Contra a hepatite C ainda não há vacina”, disse ela. O uso do preservativo também foi apontado como a melhor e a mais eficaz forma de evitar a contaminação por infecções sexualmente transmissíveis.

Em seguida, o Dr. Carlos Alberto Avancini de Almeida, médico pediatra e palestrante de medicina preventiva da Unimed, fez uma palestra sobre “Câncer de Próstata”. Ele falou sobre as doenças que acometem a próstata, o que causa o câncer de próstata, quais são os seus fatores de risco e sintomas e o que é possível fazer para prevenir essa doença.

O Dr. Carlos explicou como é feito o diagnóstico do câncer de próstata, por meio do exame de sangue PSA e do toque retal. A partir dos 50 anos de idade, todos os homens devem fazer esses dois exames anualmente para a possível detecção da doença. Segundo ele, pesquisas já revelaram que mais de 40% dos homens brasileiros nunca foram ao urologista e, de acordo com dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), 40% dos casos de câncer de próstata são diagnosticados em estágio avançado, o que reduz as chances de cura. “Ao menos 90% desses tumores são curáveis, mas os homens precisam perder a vergonha de ir ao médico e fazer os exames para diagnóstico da doença”.

À tarde, aconteceu a palestra “Revendo Nosso Entendimento Sobre Saúde”, apresentada pelo cirurgião-dentista Dr. Antônio Manoel de Souza, membro da equipe de triagem da Faculdade São Leopoldo Mandic. Ele falou sobre o significado da palavra acolhimento e a sua relação com o trabalho na área da saúde. “Acolher é um compromisso de resposta às necessidades dos cidadãos que procuram os serviços de saúde”, disse ele.

O cirurgião-dentista falou que é importante pensar sobre maneiras de melhorar o acolhimento no serviço de saúde por meio da humanização. “Humanizar a saúde também significa que a mentalidade dos indivíduos precisa sofrer mudanças positivas, criando profissionais mais capacitados”.

Entretenimento e SIPAT – “Em 2018, optamos por conteúdos voltados para a área da saúde porque é o dia a dia da nossa Instituição. Nos anos anteriores, as palestras eram sobre temas motivacionais”, comenta Flávia Maria Ferroni Ribeiro Dias, coordenadora da área de Biossegurança da Faculdade São Leopoldo Mandic.

A Dr.a Jussara Moreira Passos Cintra Junqueira, Diretora da São Leopoldo Mandic, explica que o Departamento de Biossegurança da Faculdade, que promove o ECOMANDIC, foi criado inicialmente para gerir a coleta de resíduos, a vacinação e a segurança do trabalhador.

Porém, recentemente, a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) foi incorporada ao departamento. “Este foi o primeiro ano da nossa CIPA e queremos mostrar para os funcionários o trabalho que é feito por ela”, explica a Diretora. Para atingir esse objetivo, o evento promoveu uma série de jogos e dinâmicas para explicar aos funcionários, com muito humor e diversão, o que é feito pela Comissão.

1Comentário

Deixe um comentário

X