Estudo realizado na SLMANDIC relaciona síndrome metabólica e doença periodontal em pacientes obesos

Estudo realizado na SLMANDIC relaciona síndrome metabólica e doença periodontal em pacientes obesos

A obesidade é uma doença metabólica que está associada a várias doenças sistêmicas – como diabetes mellitus, hipertensão arterial, hiperlipidemia -, que, quando aparecem juntas em um mesmo paciente, configuram uma síndrome denominada de Síndrome Metabólica. Diversos estudos relacionam essa síndrome à doença periodontal, uma patologia inflamatória e infecciosa que afeta os tecidos que suportam os dentes e que pode causar a sua destruição. Pessoas que possuem a Síndrome Metabólica teriam uma condição inflamatória generalizada que as tornariam mais susceptíveis a doenças, destacando-se a periodontal.

Para avaliar a prevalência de doença periodontal em pacientes com Síndrome Metabólica, a aluna de mestrado Mayra Sabiá de Moura, da Faculdade São Leopoldo Mandic, desenvolveu a pesquisa “Prevalência da Doença Periodontal em Pacientes Portadores de Síndrome Metabólica e Candidatos à Cirurgia Bariátrica”, sob supervisão do professor Doutor Lucas Novaes Teixeira. O estudo foi realizado em parceria com o Núcleo do Obeso do Ceará, em Fortaleza, onde Mayra participa da rotina pré-operatória.

Para o estudo, foram selecionados 34 pacientes – homens e mulheres, entre 16 e 60 anos de idade – que aguardavam pela cirurgia bariátrica. Os pacientes foram divididos em dois grupos: Grupo Teste, composto por pacientes portadores da Síndrome Metabólica, e Grupo Controle, com pacientes não portadores da Síndrome Metabólica. Os pacientes de ambos os grupos passaram por uma série de exames para avaliar suas condições clínicas de saúde.

A pesquisa constatou que a doença periodontal está mais presente em pacientes portadores de Síndrome Metabólica. “Isso sugere que deve ser feito o tratamento desses pacientes para controlar a infecção anterior à cirurgia bariátrica”, enfatiza Moura. “Meu objetivo era estabelecer um protocolo de atendimento que promovesse controle odontológico. Observei condições relevantes na relação doença periodontal versus Síndrome Metabólica e resolvi investigar essa prevalência”.

Para Moura, é preciso cuidar desses pacientes e reduzir os danos causados pela evolução da doença periodontal. “A pesquisa mostra a importância da presença de um dentista em equipes multidisciplinares, para promover o controle de doenças bucais relacionadas às alterações sistêmicas, muitas vezes desconhecidas pelos pacientes e negligenciadas pelos médicos”.

Segundo o orientador da pesquisa, professor Doutor Lucas Novaes Teixeira, os estudos de prevalência, como o que foi realizado pela São Leopoldo Mandic, são importantes ferramentas para o planejamento de saúde pública. “No estudo, os resultados indicaram associação entre doença periodontal e Síndrome Metabólica, fato que reforça a necessidade do estabelecimento de medidas preventivas pré-operatórias de saúde periodontal em pacientes portadores da Síndrome Metabólica que serão submetidos à cirurgia bariátrica.”

 

Sem Comentários

Deixe um comentário

X