Pesquisa avalia relação entre asma e bruxismo em crianças

Pesquisa avalia relação entre asma e bruxismo em crianças

A literatura científica sugere que existe uma associação entre bruxismo e asma, já que ambos causariam alterações na atividade da dopamina no organismo. Para investigar a associação entre as duas doenças, Angela Assoni de Souza, aluna de doutorado da Faculdade São Leopoldo Mandic, comparou o nível de dopamina excretado na urina de crianças em idade pré-escolar saudáveis, com bruxismo e asma.

Para realizar o estudo, os pais das crianças examinadas responderam perguntas sobre os hábitos de apertamento dos dentes durante o dia e a noite, fadiga e dificuldade em abrir a boca, e aspectos psicológicos. As crianças também foram submetidas a um exame clínico oral para confirmar o bruxismo. Em seguida, foi coletada a urina de 12 pacientes asmáticos e 12 saudáveis durante 24 horas para medir a dopamina.

Souza constatou que as crianças asmáticas apresentaram 2,9 vezes mais chances de bruxismo do que as saudáveis. Além disso, crianças com tensão ou nervosismo apresentaram 2,5 mais chances de ter bruxismo do que as saudáveis. Porém, em relação à quantidade de dopamina nas amostras de urina, não houve diferença entre crianças com ou sem bruxismo.

“Os resultados mostram que a asma tem relação com o bruxismo, mas a dopamina não se mostrou nas crianças com bruxismo”, concluiu a aluna que foi orientada pelo professor Doutor José Carlos Pettorossi Imparato.

Sem Comentários

Deixe um comentário

X